Ilda Maria Costa Brasil, Celeiro da Alma

"Sonhar é acordar-se para dentro." Mario Quintana

Textos



DAI-ME RESISTÊNCIA!
 
Infelizmente hoje o mundo está ficando órfão de entusiastas! É cada vez mais raro encontrar pessoas que acordam pela manhã com a esperança de que hoje pode SIM ser melhor do que ontem. Pessoas que não guardam apenas para si o “pensamento positivo”, mas que tem a nobreza de contaminar o seu cônjuge, seu filho, seu colega de trabalho e, até mesmo, aquele desconhecido que o acaso nos apresenta durante o dia!
Normal e, cotidiano, é encontrar pessoas que já estão tão desacreditas, e que por não se conterem com o seu próprio fracasso, fazem o maior barulho tentando nos desanimar também! Elas esbravejam: “Você não vai conseguir, todo mundo já tentou e não conseguiu”, “Pare! Isso é impossível”, “Pra que se cansar, desista!”.
E quando caímos nesse “conto do vigário” nos sentamos na calçada e passamos a observar os poucos que continuam caminhando. Afinal é muito mais cômodo apenas observar... Observar a professora trabalhando os três turnos para poder manter o filho na faculdade... Observar o outro se matando de estudar, e rodando várias vezes na prova, sem deixar partir a já amiga e aliada persistência... Observar o vizinho correndo pra lá e pra cá para poder dar conta de sustentar filho, esposa, cachorro e papagaio...
É, até concordo que, seja mais cômodo apenas observar, afinal quem é que não gosta das cadeiras estofadas do camarote? É o mais cômodo, mas não é o mais emocionante! Não é o que faz estremecer, arrepiar ou desatina! Contentar-se em apenas observar, é como ficar empatado consigo mesmo.
Bom mesmo é colocar o uniforme do seu time e ir pro jogo!
Experimente a sensação de entrar em campo! Queira você sentir o cansaço no final do dia. Faça bem tudo que vier á sua mão, e quando nada vier, não fique sentado esperando, mas se disponha a fazer até mesmo o que não é de sua incumbência.
Se alguém tem que provar o tempero do feijão, prove você, não é necessário garfo e faca quando o sabor sacia a alma!
Se alguém tem que ir ao mercado, vá você, o pior que pode lhe acontecer é ter que carregar algumas sacolas, mas pense bem: foi graças ao seu trabalho que você pode agora sentir algo pesado em seus braços!
Se o lixeiro derrubou lixo em sua calçada prontamente limpe-a! E aproveite para reparar se você também não tem derrubado algum “lixo” no seu local de trabalho!
Se a dona da casa for fazer uma salada de frutas se ofereça para descascar o abacaxi. Descascou? Agora prove! Ácido né? Isso é só um lembrete para você dar valor à doçura das maçãs.
Saia do zero a zero! Jogue com todas as cartas que vierem parar na sua mão! E se preciso for, fique “SURDO” para as vozes da arquibancada, pois num jogo sempre existirão duas torcidas, e quando a gente perde, as vaias chegam a arranhar nossos tímpanos. Então aprenda a identificar aquelas vozes que explodem de felicidade quando você está com a bola, essas sim são as que valem a pena convidar a nos fazer companhia, até mesmo no silêncio da noite.
Tenha consciência que num jogo você pode ganhar ou perder, tudo é questão do quanto você está preparado. Quando perder, não desanime. Peça revanche! Pois a cada partida que passa, vamos pegando resistência. Aproveite os intervalos pra tomar fôlego, e ao entrar em campo novamente dê o melhor de si, vá pro tudo ou nada! E depois de: muito esforço da defesa, atitude do meio-campo e jogadas armadas do centro avante comece a afinar seus ouvidos, pois tão logo, você escutará, com muita euforia, o grito de: GOL!
Juliani Gomes dos Santos
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 12/08/2017

Música: Vibrações - Jacob do Bandolim

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras