Ilda Maria Costa Brasil, Celeiro da Alma

"Sonhar é acordar-se para dentro." Mario Quintana

Meu Diário
08/12/2021 18h11
Águas (Dalangola)

 

Antônia Em busca de melhor salário,

entregou-se a correria do dia a dia;

interrogações viu em muitos rostos.

Ontem, sua rotina não era tão árdua!

Undação tirou-lhe por total o sossego.


Publicado por Ilda Maria Costa Brasil em 08/12/2021 às 18h11
 
 
08/12/2021 18h05
Zoando o amado (Dalangola)

 

Zangado estava por esperar.

Zeloso sempre fora com todos.

Ziguezagueou para matar o tempo;

zonzo sentou-se ao chão.

Zulma, ao vê-lo, sussurrou: – Te amo!


Publicado por Ilda Maria Costa Brasil em 08/12/2021 às 18h05
 
08/12/2021 18h02
Conquistas (Ecosys)

 

Andar, em encantados caminhos, 

caminhos repletos de láureas,

láureas compartilhadas com familiares,

familiares esses que alicerçaram os caminhos.


Publicado por Ilda Maria Costa Brasil em 08/12/2021 às 18h02
 
08/12/2021 18h00
Saber (Dalangola)

 

Dádiva, em olhos juvenis, ver

delicioso encontro agregando

diversidades culturais,

documentando histórias,

duplicando conhecimentos.


Publicado por Ilda Maria Costa Brasil em 08/12/2021 às 18h00



Página 1 de 244 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » próxima»

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras