Ilda Maria Costa Brasil, Celeiro da Alma

"Sonhar é acordar-se para dentro." Mario Quintana

Textos



METAMORFOSE
 
O outono chega silencioso 
com ar poético,
trazendo muitas dúvidas 
e apenas, uma certeza,
eu mudei
assim como aquela árvore
em frente à minha casa,
que era verde, apenas um tom de verde
e, agora, tem nuances de laranja, amarelo e marrom.
Na primavera, a árvore terá mudado
e eu também,
porque prefiro ser essa metamorfose ambulante 
do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. 
Helena Feiden
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 01/05/2018

Música: Proposta - Eduardo Lages

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras