Ilda Maria Costa Brasil, Celeiro da Alma

"Sonhar é acordar-se para dentro." Mario Quintana

Textos



TRANSMUTAÇÃO

Houve tempo
que o árido imperou
e  não teve mais como ficar...
 
Das raízes
extraídas as seivas...
 
A asa quebrada alçou um voo incerto
pra no encalço da brisa
acalentar outras buscas.
 
Pedregulho amenizado
tempo de perseguir viço
e esperança...
 
Nas entranhas do futuro
de pedaço em pedaço
o presente
foi tecido.
 
Agora
outro caminho cimentado
e nas voltas dos canteiros
há sementes...
 
Outra flor haverá
no balançar
da esperança.
Nurimar Fátima Bianchi 
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 12/08/2017

Música: Love story - Andre Rieu

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras